Notícia

Cinco árbitros de Pernambuco nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio

Imagem Destacada

Os cinco árbitros pernambucanos pré-convocados para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio tiveram suas presenças nos dois eventos poliesportivos confirmadas. No dia 9 de agosto, Elias Pereira, Maurício Carneiro, João Vicente, Risete Silva e Hannah Rebecca embarcam para a capital carioca, onde começam a atuar nas provas de atletismo dos torneios, que acontecem no Estádio Olímpico (Engenhão). Os juízes receberam a convocação final via Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

João Vicente, Elias e Maurício atuaram no Campeonato Ibero-Americano e no Open Internacional de Atletismo Paralímpico, os eventos-teste da Olimpíada e dos Jogos Paralímpicos. As duas competições aconteceram em maio e foram realizadas no Estádio Olímpico (Engenhão). Já Risete e Hannah foram avaliadas durante o 35º Troféu Brasil Caixa de Atletismo, encerrado no último domingo, em São Bernardo do Campo (SP).

“Ansiedade era a palavra de ordem para todos nós. Depois do Ibero e do Open, escutamos que o pessoal que atuou nos eventos seria a base da arbitragem do atletismo durante os Jogos Olímpicos do Rio e da Paralimpíada. Mas não sosseguei. Ficávamos sempre em contato com o pessoal. Foi um alívio receber a convocação do COB”, contou Elias.

Depois de terem os conhecimentos sobre as regras do atletismo aprovados, os árbitros pernambucanos passaram a focar nos conhecimentos de língua estrangeira.  “Chegavam os atletas estrangeiros (durante o Ibero-Americano) e a comunicação era difícil, a gente teve que se virar”, relembrou Maurício.

Para atenuar esse tipo de situação durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio, Elias, por exemplo, está aproveitando a família. “Minha filha se formou em inglês recentemente. Tenho aproveitado para estudar com ela. É um inglês mais técnico, mas tem horas em que é necessário sair do óbvio e quero estar bem preparado”, comentou Elias.

Durante os dois eventos poliesportivos, os árbitros vão encarar uma maratona de trabalho que começa às 5h da manhã e vai até as 23h. “Essa é uma oportunidade única. Nossa única chance de participar desses eventos. Pelos testes que realizamos, vai sair tudo redondinho e teremos uma ótima competição”, finalizou Maurício. 

 

Comentários